Rock Religioso: A Música do Diabo na Igreja!!!

Nsapo_cozidoas aulas de Biologia, é comum os professores citarem o exemplo do sapo que, quando colocado na água fervente, pula imediatamente para fora. Entretanto, se o mesmo sapo for colocado em uma bacia com água fria e essa bacia for levada ao fogo brando, o corpo do sapo se ajustará à elevação gradual da temperatura da água e ele acabará morrendo cozido!
O Rock religioso é como o sapo na bacia com água. O termo “rock and roll” era uma gíria que existia nos anos 50 e significava “sacanagem, safadeza praticada pelos casais de namorados adolescentes no banco traseiro do carro dos pais“. Portanto, o termo estava associado com a fornicação e a imoralidade sexual. Continuar lendo

ESTAMOS DE LUTO…

choro

Mais uma tragédia se abate sobre a família brasileira.

Estamos sempre de luto. Nos EUA são os loucos desvairados que de arma em punho as descarregam ceifando vidas inocentes. Alguns países é a fome que pela ganância de uns matam os outros. Em outros é a intolerância religiosa. Os tsunamis que devastam países, os furacões que devoram tudo que encontram, vendavais, enchentes, terremotos, maremotos… enfim, estamos rodeados de tragédias. Algumas anunciadas outras nem tanto. Estamos sempre de luto!

Muitos acham que nunca ocorrerão consigo ou com algum parente ou amigo e fazem julgamentos terríveis. Ora, somos uma raça só. A dor da família do coreano, árabe, japonês, africano, que é morto por uma tragédia deve ser a minha dor. Continuar lendo

A importância do saber cuidar na prática pastoral

Ary Carvalho Junior[2]

 Introdução

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve.” (Mateus 11.28).  O cristianismo nos apresenta o Deus Encarnado, Jesus de Nazaré, como alguém que vivenciou cuidados, inclusive tocando pessoas enfermas, curando-as e colocando as mãos sobre a cabeça das crianças, abençoando-as.  O cuidado de Jesus para com os outros era imensamente prático.  Continuar lendo