Como vencer o inimigo?

Com base no texto de Efésios 4.25 a 32 o apóstolo Paulo nos apresenta a receita certa para vencermos o maligno e viver uma vida de santidade na presença do Senhor.
Para se ter uma vida vitoriosa é imprescindível fechar as brechas.

São através destas brechas que o inimigo penetra e quando menos se espera destrói a comunhão com Deus, com nosso próximo e com nós mesmos.  Que brechas são essas:

  1. Deixar a mentira: esta é a ferramenta mais poderosa de satanás. A mentira deve ser odiada, mesmo porque o Senhor Jesus afirma categoricamente a origem da mentira e a filiação de quem a ama (Jo 8.44). A meia-verdade é uma inteira mentira e ainda mais perniciosa, criando um sentido falso da realidade, colocando barreira e máscaras entre as pessoas destruindo a confiança. Uma das artimanhas utilizada pelo do inimigo através das seitas heréticas.
  2. Falar a verdade: isso é ter atitude. Não basta deixar a mentira, é preciso não se omitir. Deus precisa de pessoas da verdade que amam a verdade e que verdadeiramente reflita em suas vidas o propósito eterno do Criador.
  3. Somos um corpo: não posso e não tenho o direito de brincar com a salvação alheia. Se parte do corpo for impedida de receber sangue, com certeza será extirpada. Assim, Deus não quer que desprezemos os demais membros, mesmo os mais inferiores criando um clima de separação e divisão. Se me irmão está ferido, eu também estou (Rm 12.15).
  4. Irar e não pecar: a ira provoca um desejo ardente de atacar, destruir ou corrigir algo ou alguém. O desejo em si não é pecaminoso, porém, extremamente perigoso. Quando o apóstolo afirma “não pequeis” está declarando que se a ira permanecer frutificará o desejo de vingança, algo que Deus não terceiriza (Naum 1.2).
  5. não se ponha o sol sobre a vossa ira.” Para que isto aconteça é necessário o perdão incondicional (Mt 5.21-26).
  6. Não deis lugar ao diabo.” Satanás não tem poder sobre a vida dos filhos de Deus a não ser que este venha abrir brechas pelas quais o adversário tenha acesso.

Que o Senhor venha nos ajudar a fechar estas e outras brechas para que seu Santo Nome continue eternamente glorificado em nossas vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *